Leia outros Devocionais...

O cartão de crédito dos relacionamentos (01/10/2015)

O assunto de hoje é relacionamento, todo tipo de relacionamento: namorado e namorada, marido e esposa, noivo e noiva, pais e filhos, irmãos e irmãos, profissionais, enfim, todos.

Se você parar para pensar nos seus relacionamentos talvez se lembre de algum que não anda muito bem. Talvez por causa de grandes decepções ou talvez por causa de "coisinhas pequenas" que foram se acumulando (geralmente essa é a história clássica). E porque o relacionamento não anda muito bem? "Ah, porque ela..." ou "porque ele...", a culpa é do outro, isso é fato (pra você).

É como se achássemos que temos um cartão de crédito disponível para cada relacionamento. Quando fazemos algo positivo, acreditamos que o cartão recebe um depósito. Se damos um presente, o nosso cartão com a outra pessoa ganha 100 pontos; se lavamos a louça, o cartão ganha 80 pontos; se levamos o lixo para fora, o cartão ganha 50 pontos, e assim vai.

Quando falhamos, às vezes nem sentimos a necessidade de pedir desculpas, é como se disséssemos: "Passa no crédito, por favor", afinal temos pontos no cartão de crédito que podem ser descontados, e ainda ficaremos com saldo positivo.

Quando o outro falha, não hesitamos em debitar do saldo dele(a), porque cada falha faz perder pontos, imediatamente. Além disso, se eu perdoar, ganho pontos. Agimos como analistas financeiros, monitoramos os cartões de cada um que se relaciona conosco, e vamos deixando de lado quem tem saldo negativo. Quando achamos que o outro está devendo para nós e a dívida é muito grande, o relacionamento acaba, porque ele(a) não conseguirá pagar a dívida.

Isso está errado! Relacionamentos que funcionam como cartões de crédito não são saudáveis, porque os pontos imaginários que acumulamos nos fazem sentir superiores à outra pessoa. Quando isso acontece, nós acreditamos que estamos nos dedicando mais pelo relacionamento e parece que ele(a) não se dedica tanto.

A Bíblia tem sábios conselhos para relacionamentos saudáveis e um grande conselho é: " cada um considere os outros superiores a si mesmo." (Filipenses 2:3b)

Quer um conselho? Jogue fora, rasgue, queime esse cartão de crédito em que você guardou todas as mágoas, decepções e falhas do outro.

Como se faz isso? A Bíblia, na carta do apóstolo Paulo aos colossenses, dá o conselho: "Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou." (Colossenses 3:13).
Para jogar fora o cartão é necessário o perdão.

Você está com um cartão que tem muitos pontos e o outro também. Nas suas contas, o seu tem mais saldo; mas ele também pensa o mesmo do cartão que ele possui. Só tem uma forma de zerar: perdoar.

Quando você começar a acumular os próximos pontos, perdoe, zere o cartão.



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar