Leia outros Devocionais...

Boas sementes, boas escolhas (29/09/2015)

Pensei, desejei, quero agora... e assim caminha a humanidade na modernidade. Hoje há tantas facilidades, não é? Recebemos informação do mundo inteiro rapidamente na palma da mão. A cada minuto, nossos amigos nos dizem onde estão e o que estão fazendo. Estamos quase onipresentes... quase.

Com tanta informação, tantos dispositivos e equipamentos, ficamos impacientes quando aparece a mensagem "Carregando..." naquela pequena tela. Ficamos irritados porque não temos tempo a perder, porque podemos saber de quase tudo em apenas uma telinha. Estamos quase oniscientes... quase.

Podemos ir a qualquer lugar do mundo, virtualmente ou viajando em um avião. Temos respostas para todas as perguntas com um guru online, mesmo que erremos a ortografia das palavras da pergunta. Podemos comprar em qualquer lugar do mundo. Estamos quase onipotentes... quase.

Tanta tecnologia, tanta modernidade para nos dar mais tempo e este ainda nos falta. Então, sentimos a necessidade de uma nova tecnologia mais veloz, mais fácil. Sentimos a necessidade de uma tecnologia que nos permita ter mais tempo. Infelizmente, esta não surgirá. Não estou dizendo que o desenvolvimento tecnológico acabou, de forma alguma, refiro-me ao conflito entre suas necessidades e seus desejos.

Diante de tanta informação e conhecimento falta-nos a sabedoria para fazermos as escolhas certas. Falta-nos a sabedoria para estabelecermos as prioridades certas. Falta-nos um tempo para pensar.

Nem sempre a escolha certa é o que parece certo aos outros, nem sempre a voz do povo é a voz de Deus.

Escolhas certas exigem paciência, mas preferimos o imediato. "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu." (Eclesiastes 3:1)

Escolhas certas exigem perdas, mas resultarão em ganhos. "A boa reputação vale mais que grandes riquezas; desfrutar de boa estima vale mais que prata e ouro." (Provérbios 22:1)

Escolhas certas podem ser caminhos na contramão. "Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua." (Provérbios 16:1)

Escolhas certas não se baseiam no que é passageiro, mas sim no que é duradouro. "Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens." (1 Coríntios 15:19)

Escolhas certas são sementes em um solo fértil que precisam ser regadas pela fé, para que produzam árvores fortes e bons frutos.
Assim como árvores boas dependem de boas sementes, bons resultados dependem de boas escolhas.

Olhe para sua linha do tempo, observe os frutos, lembre-se das sementes.
Se houver poucos frutos, lembre-se do tempo que passou sem semear. Se encontrar frutos ruins, não semeie de novo aquelas sementes.

O que muda a sua colheita são as suas sementes!

Semeie boas sementes na sua família. Semeie boas sementes no seu trabalho.
Não desperdice suas sementes pelo caminho, escolha cuidadosamente o solo para semear. Regue-o dia-a-dia com a fé.
Deus certamente dará o crescimento e você terá uma grande colheita.



Leia outros Devocionais...
Cadastre-se gratuitamente para receber novos estudos em seu e-mail

Cadastre-se
Fechar



Quer receber estudos por e-mail?
Sim    Não
Envie um comentário ou pergunta
Escrever      Fechar